SQL Insights #2

E aí galera, tudo bem? Continuando a serie de posts sobre o SQL Insights vamos para a parte 2.


No primeiro post eu expliquei sobre a importância do monitoramento, você pode ver clicando aqui Post 1.


Hoje vamos aprofundar na estrutura dessa solução de monitoramento incrível!

Vamos começar pelo portal, como acesso o recurso no Azure. Busque por Monitor e na sessão Insights procure por SQL (preview) - sim ainda é uma funcionalidade que esta em preview.


Como funciona a estrutura do SQL Insigths?

Ele é baseado nas DMVs do SQL Server e contadores (dmvs são views internas que contem informações relevantes sobre indicadores de performance, por exemplo). Diferentemente de outras aplicações de monitoramento, o SQL Insights não precisa instalar nenhum client para essa coleta de dados no ambiente onde esta o banco de dados. Na estrutura de um projeto do SQL insights você precisa de uma VM linux no Azure que vai receber o "coletor dos dados" (Agent do Azure Monitor + Extensão workload insights + Telegraf plugin SQL), o fluxo da coleta passa a ser: VM Linux com o coletor acessa via rede ou link de internet o SQL Server e executa as DMVs para coletar os dados necessários. Feito isso o seu coletor vai armazenar esses dados em um Workspace do log analytics na sua estrutura do Azure e por fim você pode utilizar a inteligência do SQL Insights e também os dashboards para acompanhamento de métricas e configuração de alertas, tudo de uma maneira bem customizável!

Você tem a oportunidade de centralizar o monitoramento de vários ambientes diferentes em uma única solução, com o SQL Insights você pode monitorar:

- Managed Instance

- Azure SQL Database

- VM com SQL Server no Azure

E a cereja do bolo:

- SQL Server local (on premise)




Um ponto muito interessante em comparação com os softwares de terceiros para monitoramento de ambientes SQL Server é que o SQL Insights é uma solução muito barata, enquanto os softwares de mercado são extremamente caros, você pode com um único ambiente (VM Linux) monitorar dezenas de ambientes.



Esses são os recursos necessários para executar um projeto de monitoramento com o SQL Insights


VM Linux - a documentação recomenda uma máquina do tipo Standard_B2s (que contem 2vCPus e 4GB de memória) com ubuntu 18.04 LTS (essa configuração de máquina permite monitorar até 100 ambientes de SQL Server)

Workspace do log Analytics - é um repositório que você armazena os arquivos com os dados que serão coletados

Key Vault - é necessário a criação de um cofre e um segredo nele que armazenará a senha do logon SQL que irá se conectar nos ambientes para coletar os dados (é uma questão de segurança e boas práticas para não deixar a senha do banco de dados exposta)

Grupo de ações - contato de e-mail e/ou celular para que os alertas sejam disparados (você tem a possibilidade de forma nativa de encaminhar um alerta por SMS, é incrível!)


Deve-se criar todos esses recursos para então poder criar as configurações de monitoramento que é o que faremos no próximo post dessa série!


Eu publiquei um vídeo no meu canal do Youtube explicando com mais detalhes todos esses pontos acima e no final acesso o portal do Azure e mostro como criar todos esses recursos necessários para a implantação do projeto. Sugiro que você assista para não perder nenhum detalhe!

Aperte o play =)



Gostou do post? Compartilha com seus colegas que querem ser um DBA SQL Server!


Nos acompanhe em nossas redes sociais!

Grupo VIP Telegram: DBA On boarding

Youtube(conteúdo diário): DBA On boarding

Face & Instagram(conteúdo diário): DBA On boarding


Até a próxima, tchau!


#comunidadebd

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo