SQL Server Backups

Fala pessoal, no post de hoje vou tratar sobre backups no SQL Server.


O assunto backup é muito abrangente portanto eu vou focar aqui em explicar de uma forma simples o que é um backup, três tipos mais comuns e a importância de montar uma boa política de backup. Entender sobre esse tema é importante pois é o principal para se trabalhar com banco de dados, um DBA deve dominar o assunto e sempre buscar a melhor forma de atender aos seus clientes.


Backup - é uma cópia do banco de dados que permite recuperar os dados em caso de perda do servidor e consequentemente do banco de dados. É como se fosse uma fotografia do banco naquele exato momento.


Existem diversos tipos de backup, cada um com uma função, vou destacar 3 que com eles você já consegue montar uma excelente política de backup.

São eles: Full, Diff e Log transacional

A imagem acima destaca a função de cada um desses tipos, o backup full é o que vai conter tudo, ou seja, é de fato uma cópia completa do seu banco de dados, já o backup diferencial contem apenas o que foi alterado do último backup full até ele (por exemplo, gerei um backup full 1h00 e um diferencial as 7h00, esse diferencial vai conter tudo que foi alterado entre 1h00 e 7h00), a cada novo diff as alterações são acumuladas (nesse mesmo exemplo se gerar mais um backup diff as 13h00, ele vai conter tudo que foi alterado entre 1h00 e 13h00, ou seja, vai acumular o que tem no backup das 7h00 e acrescentar mais o que teve mudança entre 7h0 e 13h00). O backup do log transacional é um recorte das transações (inserts, updates e deletes) executados naquele intervalo de tempo (se gerar um log as 2h00 e outro as 2h20, o das 2h20 vai conter as transações executadas entre 2h00 e 2h20, e assim por diante).


A combinação desses três tipos de backups te ajudam a montar uma boa estratégia, o backup full que é uma cópia completa, requer muito espaço em disco e consome muito recurso do servidor, por isso, não é possível executar vários fulls durante o dia, isso prejudicaria muito o ambiente, para resolver isso, não deixando um espaço muito longo entre um backup e outro deve-se usar o diff que é bem menor (pois contém apenas o que foi alterado) e para reduzir ainda mais o intervalo você acrescenta o backup do log a cada x minutos, assim você tem o dia todo coberto com backups.


Para fica mais simples o entendimento, observe a imagem abaixo onde temos apenas um backup full sendo gerado.

Nesse caso, quando ocorre um problema, o período de perda pode ser muito alto.



Nesse segundo cenário, foi acrescentado backups diff, que garantem um espaço ainda menor mas mesmo assim o intervalo é alto e pode prejudicar muito.



Esse seria a melhor opção, mesclando os 3 tipos de backups, se o log estiver a cada 10 minutos por exemplo, em uma eventual perda do servidor, seriam perdidos no máximo 10 minutos de dados, bem melhor que as opções anteriores.


Agora que você já sabe qual a função de cada um desses backups, planeje e elabore uma política que vai atender o seu cliente garantindo o mínimo de perda das informações!


Nos acompanhe em nossas redes sociais!

Youtube(vídeos novos todas as quartas): https://www.youtube.com/channel/UChFeqc-m7HZNdkoP0CshMGQ

Face & Instagram(conteúdo diário): dba on boarding


Até a próxima, tchau!


#CG_Administration



45 visualizações0 comentário